PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Cidadãos do Bahrein votam em eleições sem oposição

24/11/2018 06h58

Manama, 24 nov (EFE).- Os cidadãos do Bahrein já começaram a votar nas eleições parlamentares e municipais deste sábado, nas quais as autoridades do reino proibiram a participação de candidatos da oposição.

Os colégios eleitorais abriram às 8h (horário local, 3h de Brasília) com uma participação alta em áreas de maioria sunita, leais ao regime, e mais baixa nos distritos xiitas, e fecharão às 20h (15h).

Os clérigos xiitas fizeram uma campanha de boicote contra as eleições, por considerar que as pessoas que votarem estarão ajudando os "tiranos" que governam o pequeno país insulano.

O rei Hamad bin Isa al Khalifa, de credo sunita, exerceu uma crescente repressão contra a oposição desde o levante dos xiitas em 2011, que foi freado com o apoio dos tanques da Arábia Saudita.

O governo aprovou no último mês de maio uma lei para proibir a participação dos membros de partidos políticos dissolvidos, o que afeta as principais forças opositoras, Al Wefaq, Waad e Amal, que foram ilegalizadas depois que participaram das revoltas de 2011.

O partido Al Wefaq tinha 18 deputados, quase metade dos 40 da Câmara, quando decidiu retirar-se do parlamento em 2011 em protesto contra a repressão violenta às manifestações.

Desde então, Al Wefaq e os demais partidos opositores boicotaram as eleições, que acontecem a cada quatro anos.

A oposição também teme que tenha sido retirado o direito ao voto de entre 40.000 e 50.000 simpatizantes de partidos da oposição, que não figuravam nas listas de eleitores publicadas em outubro, sem explicação das autoridades.

No último mês de setembro, a alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, criticou a lei que veta a participação da oposição nos pleitos.

"Os relatórios sobre a possível exclusão de cidadãos do Bahrein das próximas eleições da Assembleia Nacional são inquietantes", disse Bachelet em discurso na abertura do Conselho de Direitos Humanos da ONU em Genebra.

Cerca de 365.000 pessoas estão convocadas às urnas, segundo dados oficiais, para escolher entre 293 candidatos os donos das 40 cadeiras do parlamento, além de definir os prefeitos de 30 municípios.

As eleições realizam seu primeiro turno hoje e o segundo, caso seja necessário, será marcado para 1º de dezembro.

O Legislativo do Bahrein é bicameral, o parlamento é eleito a cada quatro anos em eleições e os 40 membros do Conselho da Shura, a Câmara alta, são designados pelo rei.

Com cerca de 1,4 milhão de habitantes, o Bahrein é sede da Quinta Frota dos Estados Unidos e um dos mais estreitos aliados da Arábia Saudita.

Internacional