PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Governo paraguaio assumirá gestão de Ciudad del Este; Corte convoca eleições

27/11/2018 23h03

Assunção, 27 nov (EFE).- A Câmara dos Deputados do Paraguai aprovou nesta terça-feira um acordo constitucional para que o governo do país possa assumir interinamente a gestão da Ciudad del Este, e o Tribunal Superior de Justiça Eleitoral (TSJE) convocou eleições antecipadas para a cidade, um dia após o pedido de renúncia da prefeita Sandra McLeod.

Em sessão extraordinária e por grande maioria, com um só voto contra, 58 a favor e 19 abstenções, a Câmara aprovou a intervenção, em linha com a sentença emitida na semana passada pela comissão responsável por estudar o caso.

A decisão foi tomada após um longo debate na Câmara sobre a continuidade ou não do processo de intervenção federal. O pedido foi feito em outubro, dentro da investigação aberta sobre McLeod por supostos crimes de enriquecimento ilícito, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Já o TSJE resolveu ativar o sistema para a convocação de eleições antecipadas porque McLeod renunciou antes dos três primeiros anos de mandato. Vários deputados reagiram a esta decisão judicial de forma negativa, entendendo que é uma forma de evitar a intervenção municipal, e ameaçaram com a possibilidade de abrirem um julgamento político contra os magistrados do Tribunal, segundo a imprensa local.

No Facebook, Sandra McLeod advertiu que desistirá da renúncia "se não houver eleições livres e transparentes", e disse que, caso a resolução do Tribunal "seja respeitada", a decisão de deixar o cargo "em busca da paz de Ciudad del Este continua firme".

Internacional