PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Justiça turca determina libertação de jornalista austríaco

24/12/2018 18h16

Ancara/Viena, 24 dez (EFE).- Um tribunal da Turquia decretou nesta segunda-feira a liberdade do jornalista austríaco Max Zirngast, preso desde setembro no país sob a acusação de colaborar com grupos terroristas.

O Ministério de Relações Exteriores da Austría confirmou que o jornalista deixará a prisão nas próximas horas. A família do profissional e a embaixadora do país na Turquia o esperam do lado de fora de uma penitenciária de segurança máxima em Ancara.

O jornalista, que colabora com algumas publicações de extrema esquerda, foi preso em setembro sob suspeita de colaborar com grupos terroristas na Turquia. No entanto, a prisão ocorreu depois de Zirngast ter escrito várias matérias com críticas ao presidente do país, Recep Tayyip Erdogan.

Um porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da Áustria disse à agência "APA" que o jornalista terá que ficar em prisão domiciliar e só poderá deixar a Turquia após o julgamento de seu caso, o que deve ocorrer em abril.

A chanceler da Áustria, Karin Kneissel, pediu hoje uma "rápida conclusão" do procedimento penal contra o jornalista.

Em artigo que Zirngast publicou em novembro no jornal americano "The Washington Post", o jornalista explicou que foi interrogado por um texto assinado por ele na revista "Jacobin". Segundo ele, os promotores afirmam que ele insultou Erdogan, o que é crime na Turquia. EFE

Internacional