PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Guaidó afirma à emissora de TV que Maduro e aliados "já estão derrotados"

28/01/2019 15h29

Madri, 28 jan (EFE).- O líder do parlamento da Venezuela, Juan Guaidó, afirmou nesta segunda-feira, em declarações à emissora espanhola "TVE", que Nicolás Maduro e seus aliados "já estão derrotados" e pediu um apoio mais claro da União Europeia (UE) frente a "um ditador".

O autoproclamado presidente em exercício do país declarou que "Maduro é sustentado hoje somente pelas armas da República, como em qualquer sequestro de banco".

Além disso, Guaidó agradeceu o respaldo que recebeu em nível internacional e considerou "sem precedentes" o apoio e a discussão que aconteceu no sábado passado no Conselho de Segurança das Nações Unidas, com "posições muito firmes" a favor da mudança no seu país.

"A opção do futuro está mais firme e forte do que nunca", ressaltou.

O dirigente opositor venezuelano pediu também um apoio mais claro, especialmente do lado europeu, depois do que alcançou em boa parte do continente americano.

"A União Europeia também precisa saber: Maduro é um ditador", frisou.

Juan Guaidó fixou como um de seus principais objetivos "atender a emergência humanitária que hoje atinge a Venezuela" e assegurou que não tem medo.

"Somente teríamos medo de não cumprir com a tarefa que tenho e que temos como venezuelanos neste momento", concluiu. EFE

Internacional