Topo

Premiê australiano agradece apoio após vitória eleitoral

19/05/2019 06h50

Sydney (Austrália), 19 mai (EFE).- O primeiro-ministro da Austrália, o liberal-conservador Scott Morrison, reiterou neste domingo o seu agradecimento pelo apoio de seus compatriotas nas eleições do sábado, enquanto se especula se poderá governar com maioria simples ou absoluta.

Assim disse Morrison à imprensa em Sydney antes de entrar na sua igreja habitual, descrevendo sua vitória nas urnas como um "milagre" depois de desafiar as previsões negativas das pesquisas.

Segundo as projeções da Comissão Eleitoral Australiana, a coalizão Liberal-Nacional liderada por Morrison pode obter 76 cadeiras e o opositor Partido Trabalhista, 69, enquanto três partidos minoritários e três legisladores independentes teriam conseguido um deputado cada um na Câmara de Representantes, que elege o líder.

Mas nestes cálculos da comissão, que não declarou oficialmente os resultados do pleito, há três cadeiras nos quais não fica claro quem é o ganhador e que poderiam condicionar que tipo de maioria terão os conservadores.

Morrison recebeu os parabéns de outros líderes, como do presidente americano, Donald Trump, que destacou a importância da aliança entre Washington e Camberra.

Enquanto isso o Partido Trabalhista começa a debater qual será seu futuro após a renúncia de seu líder Bill Shorten na mesma noite da sua derrota e já se começam a analisar nomes como a número dois do partido, Tanya Plibersek, assim como os "pesos pesados" Anthony Albanese e Chris Bowen. EFE

Mais Internacional