PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump ataca prefeito de Londres, Sadiq Khan, a quem chama de perdedor

03/06/2019 06h23

Londres, 3 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, atacou nesta segunda-feira no Twitter o prefeito de Londres, Sadiq Khan, a quem chamou de "perdedor" e ao qual comparou com o "tolo e incompetente" prefeito de Nova York, Bill de Blasio.

O presidente americano chegou hoje ao Reino Unido em uma visita oficial de três dias na qual se reunirá com a rainha Elizabeth II e com a primeira-ministra, a conservadora Theresa May, entre outras personalidades.

Em uma primeira mensagem postada na sua conta do Twitter, Trump disse que "se olhar para onde se olhar, Sadiq Khan fez um trabalho terrível como prefeito de Londres, foi 'desagradável' com o presidente dos Estados Unidos, de longe o aliado mais importante do Reino Unido".

Trump acrescentou nessa mesmo mensagem que o político trabalhista "é um perdedor que deveria se concentrar na criminalidade de Londres, não em mim..."

"Khan me lembra muitíssimo nosso muito tolo e incompetente prefeito de Nova York (Bill) de Blasio, que também fez um trabalho terrível, só que é a metade da altura. Em qualquer circunstância, tenho vontade de ser um grande amigo do Reino Unido, e tenho muitas vontade nesta visita", escreveu em outro tuíte.

Em resposta a esses insultos, um porta-voz do prefeito britânico afirmou que "isto é muito mais grave do que alguns insultos infantis que deveriam estar abaixo do presidente dos Estados Unidos".

Essa mesma fonte lembrou que "Sadiq representa os valores progressistas de Londres e do país", dizendo que Trump é "o exemplo mais degradante de uma crescente ameaça da extrema direita por todo o planeta, que está pondo em risco os valores básicos que definiram as democracias liberais dos dois países por mais de 70 anos".

No domingo passado, em artigo divulgado pela revista "The Observer", o prefeito de Londres tinha comparado a linguagem utilizada pelo presidente americano para mobilizar seus seguidores com o dos "fascistas do século XX".

Khan criticou as honras com que Trump está sendo recebido no Reino Unido, onde se reunirá com a rainha e a primeira-ministra. EFE

Internacional