Topo

Décima tempestade tropical do Atlântico ameaça Bahamas como furacão

17/09/2019 14h49

Miami, 17 set (EFE).- A 10ª depressão tropical se formou nesta terça-feira nas águas do Atlântico e ameaça se dirigir, já com categoria de furacão, para próximo das Bahamas, que ainda se recupera da recente passagem do ciclone Dorian, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos.

Em seu último boletim, os analistas da agência americana indicaram que esta região de baixas pressões já apresenta ventos máximos sustentados de 55 km/h.

A depressão tropical se move rapidamente para o oeste-noroeste a 19 km/h e existe a expectativa que prossiga no seu processo de fortalecimento nas águas cálidas do Atlântico e se transforme na tempestade tropical Imelda ainda hoje.

Posteriormente, os meteorologistas previram que o sistema se transformará em furacão quando ser aproximar do norte das ilhas de Sotavento na noite de quinta ou na sexta-feira.

Já para o fim de semana, poderia passar pelo norte de Porto Rico e República Dominicana e seguir na semana que vem em direção ao leste das Bahamas, que prossegue com seus esforços de recuperação após receber no início do mês o impacto do ciclone Dorian como furacão de categoria 5 na escala Saffir-Simpson e ventos de 295 km/h.

Também no final de semana, Imelda poderia ter ventos máximos sustentados de 144 km/h.

Caso se transforme em furacão, este ciclone seria o quarto da atual temporada de ciclones na bacia atlântica, que vai de 1º de junho a 30 de novembro, depois de Barry, Dorian e Humberto.

Este último segue ativo e avança com ventos de 155 km/h rumo ao noroeste das Bermudas, por onde pode passar amanhã com categoria 2 ou inclusive 3 na escala Saffir-Simpson, ou seja, com ventos máximos constantes de 178 km/h. EFE

Mais Notícias