Topo

"Quem tentar atividades separatistas acabará esmagado", ameaça presidente da China

01.out.2019 - O presidente chinês Xi Jinping durante parada militar para comemorar 70º aniversário da revolução - Thomas Peter/Reuters
01.out.2019 - O presidente chinês Xi Jinping durante parada militar para comemorar 70º aniversário da revolução Imagem: Thomas Peter/Reuters

Em Pequim

14/10/2019 08h29

O presidente da China, Xi Jinping, advertiu que qualquer pessoa que realizar atividades separatistas no território chinês "acabará com o corpo esmagado e os ossos quebrados", conforme publicou hoje a edição digital do jornal estatal "Diário do Povo".

"Qualquer um que tentar atividades separatistas em qualquer parte da China acabará com o corpo esmagado e os ossos quebrados. E qualquer força exterior que apoiar essas tentativas será considerada pelo povo chinês como quimérica", disse o governante durante uma visita de Estado ao Nepal no fim de semana.

As declarações de Xi chegam após o 19º fim de semana consecutivo de manifestações pró-democracia em Hong Kong, que segundo a China são incentivadas pelo exterior, principalmente pelos Estados Unidos.

O presidente da China agradeceu ao Nepal pela "firme adesão à política de uma só China", que rejeita que Taiwan e Hong Kong sejam entidades independentes.

Os protestos em Hong Kong, que ganharam força em junho por causa de um polêmico projeto de lei de extradição, se transformaram em um movimento que luta pela melhora dos mecanismos democráticos que regem Hong Kong e uma oposição ao autoritarismo de Pequim.

Alguns manifestantes optaram por táticas mais radicais, abandonando o protesto pacífico, e os conflitos violentos com a polícia se tornaram frequentes.

Internacional