PUBLICIDADE
Topo

Argentina tem 600 novos casos e 85% do território em "situação favorável"

Taxista usa máscara com a bandeira da Argentina em Buenos Aires durante pandemia do coronavírus - Ricardo Ceppi/Getty Images
Taxista usa máscara com a bandeira da Argentina em Buenos Aires durante pandemia do coronavírus Imagem: Ricardo Ceppi/Getty Images

27/05/2020 18h12

A Argentina registrou hoje mais 600 casos de infecção pelo novo coronavírus, em momento que as autoridades locais indicam que grande parte do país está pronto para iniciar o relaxamento de medidas de contenção à covid-19.

De acordo com o subsecretário de Estratégias Sanitárias, Alejandro Costa, 54% do contágio contabilizado nas últimas 24 horas se refere à cidade de Buenos Aires. Enquanto isso, 14 dos 24 distritos nacionais não tiveram qualquer novo caso.

"Mais de 85% dos departamentos do país estão em uma situação favorável para uma reabertura programada, com uma vigilância sanitária sensível. Na área metropolitana de Buenos Aires, devemos intensificar as ações de detecção precoce e isolamento", explicou a secretária de Acesso à Saúde, Carla Vizzotti.

Segundo o boletim mais recente, a Argentina teve um total de 13.228 infecções, sendo que 492 resultaram em morte. Por outro lado, 4.349 pessoas são consideradas recuperadas.

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, deve ampliar o decreto que obriga o isolamento social preventivo até 7 de junho, com restrições ainda maiores para a região metropolitana de Buenos Aires, e reabertura gradual de atividades nas regiões com contágio zerado.

As províncias de Catamarca e Formosa, por exemplo, não registraram nenhum caso, assim como outros distritos do país. Com isso, está permitido que as atividades econômicas, comerciais e sociais comecem a ser retomadas.

Coronavírus