PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Portugal se aproxima dos 100 mil casos de covid-19

A imagem de um homem que espera em um ponto de ônibus é refletida em uma janela de ônibus, enquanto o país facilita o bloqueio devido à disseminação da doença por coronavírus (COVID-19), na estação Cais do Sodre, em Lisboa, Portugal - RAFAEL MARCHANTE/REUTERS
A imagem de um homem que espera em um ponto de ônibus é refletida em uma janela de ônibus, enquanto o país facilita o bloqueio devido à disseminação da doença por coronavírus (COVID-19), na estação Cais do Sodre, em Lisboa, Portugal Imagem: RAFAEL MARCHANTE/REUTERS

19/10/2020 11h49

O aumento exponencial dos casos da covid-19 em Portugal desde meados de agosto fez com que o número de pessoas infectadas desde o início da pandemia já atingisse 99.911, das quais 38.730 ainda estão ativas.

De acordo com a DGS (Direção-Geral de Saúde de Portugal), o número de internados em hospitais portugueses é de 1.086 e os leitos de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) ocupados por doentes com a covid-19 é de 155 em todo o país.

Até o momento, 2.181 pessoas por covid-19 em território português.

O país registrou na semana passada o maior número de casos desde o início da pandemia, com um total de 13.247 novas infecções e uma taxa positiva de 6,4% por teste.

O objetivo das autoridades sanitárias portuguesas está centrado na prática de testes massivos para detecção precoce de doentes assintomáticos, de forma que durante a última semana houve dias em que foram realizados até 30 mil testes diários.

Portugal encontra-se em estado de calamidade, onde as reuniões de rua não podem ter mais de seis deputados, e o governo vai promover em breve uma lei na Parlamento para tornar obrigatório o uso de máscara na rua.

O governo ainda aguarda o apoio do Parlamento para promover a utilização generalizada do "Stayaway Covid", a aplicativo de detecção de vírus que alerta as pessoas para contatos positivos e que tem gerado um tenso debate político em Portugal.

Coronavírus