PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
2 meses

Merkel faz alerta sobre situação na Alemanha diante nova alta de casos de covid

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, alertou sobre a situação causada pelo aumento contínuo do número de casos de covid-19 e fez um apelo para população - Pool/Getty Images
A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, alertou sobre a situação causada pelo aumento contínuo do número de casos de covid-19 e fez um apelo para população Imagem: Pool/Getty Images

22/07/2021 14h38Atualizada em 22/07/2021 15h16

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, lançou um alerta nesta quinta-feira sobre a situação gerada no país pelo aumento contínuo do número de casos de covid-19 e fez um apelo para que a população se imunize.

"Cada vacinação é um passo de retorno à normalidade", garantiu a chefe de governo.

Merkel garantiu que o principal objetivo das autoridades locais é evitar uma sobrecarga do sistema hospitalar alemão, que seria uma consequência da alta do número de casos de infecção pelo novo coronavírus.

A chanceler classificou o avanço do contágio como "exponencial" e defendeu que a população siga respeitando as medidas de precaução, como o uso de máscaras, a manutenção de distanciamento social, além de reforçar a importância da campanha de imunização.

"Uma vacina protege você e pessoas queridas", disse a chefe de governo, na habitual entrevista coletiva de verão, provavelmente, a última no posto, já que não se candidatará nas eleições gerais de 26 de setembro.

Avanço no contágio

As declarações de Merkel foram dadas horas depois que o Instituto Robert Koch (RKI), a agência epidemiológica da Alemanha, anunciou que o país atingiu o índice de 12,2 casos para cada 100 mil habitantes em 14 dias.

Ontem, o ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, garantiu que se as normas de prevenção não forem seguidas, é possível que a taxa salte para 800 positivos para cada 100 mil habitantes.

A expectativa do titular da pasta é que se chegue à metade deste índice já em setembro, o que vem alimentando o debate sobre a necessidade de que sejam retornadas as restrições impostas na sociedade.

Coronavírus