PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Kremlin projeta que cúpula entre Putin e Biden será "longa e substancial"

06/12/2021 12h16

Moscou, 6 dez (EFE).- A cúpula virtual entre os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e dos Estados Unidos, Joe Biden, marcada para terça-feira, deverá ser "longa e substancial", informou nesta segunda o Kremlin.

"Acreditamos que será uma videoconferência longa e substancial", disse Dmitry Peskov, porta-voz da presidência russa, durante sua entrevista coletiva diária.

Ele acrescentou que a conversa acontecerá por volta das 18h (horário local, 12h de Brasília).

Peskov disse que os dois líderes irão abordar as tensões sobre a Ucrânia, as deterioradas relações bilaterais e a recente iniciativa de Putin em um pacto de segurança com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) para evitar sua futura expansão para a Rússia.

O Kremlin prometeu mostrar os primeiros momentos da conversa entre Putin e Biden e publicar um comunicado no final da cúpula para informar sobre seu resultado.

Ao mesmo tempo, Peskov ressaltou que os presidentes da Rússia e dos EUA não planejam aprovar declarações conjuntas.

Putin, que se encontrou apenas uma vez com Biden - em junho durante uma cúpula em Genebra - observou anteriormente que a Rússia precisa de "garantias de segurança jurídicas e vinculativas".

Ele acusou a Otan de renegar a promessa de não se expandir para o antigo bloco comunista em 1999 (Polônia, Hungria e República Tcheca) e 2004 (Bulgária, Romênia, Eslováquia, Eslovênia, Lituânia, Estônia e Letônia).

Por sua vez, Biden manifestou interesse em falar longamente por videoconferência com o chefe do Kremlin, a quem os Estados Unidos e a Ucrânia acusam de preparar uma invasão ao país vizinho, concentrando entre 90 mil e 100 mil soldados na fronteira.

Na última sexta-feira, Biden anunciou que está preparando "uma série de medidas" para defender a Ucrânia caso Putin decida lançar um ataque militar. EFE