EUA iniciam nova ofensiva sobre Mosul dentro de dias, diz comandante

Por Stephen Kalin

LESTE DE MOSUL, Iraque (Reuters) - As forças do Iraque irão retomar sua ofensiva contra o Estado Islâmico dentro de Mosul nos próximos dias, nova fase da operação de dois meses que deixará os militares dos Estados Unidos mais perto da linha de frente da cidade, disse um comandante de batalha norte-americano.

A batalha por Mosul, que envolve 100 mil tropas iraquianas, membros de forças de segurança curdas e milicianos xiitas, é a maior operação terrestre no Iraque desde a invasão liderada pelos EUA em 2003. Parece provável que a próxima fase dará aos soldados norte-americanos sua maior atuação em combate desde que cumpriram a promessa de seu presidente, Barack Obama, de se retirarem do país em 2011.

Soldados iraquianos de elite retomaram um quarto de Mosul, o último grande bastião dos jihadistas no Iraque, mas seu avanço tem sido lento e custoso. Neste mês eles entraram em uma "recomposição operacional" já planejada, a primeira pausa significativa da campanha.

Duas semanas atrás, uma unidade fortemente blindada de vários milhares de policiais federais foi transferida dos arredores do sul para reforçar a frente leste depois que unidades do Exército assessoradas pelos norte-americanos sofreram baixas pesadas durante um contra-ataque do Estado Islâmico.

Conselheiros dos EUA, parte de uma coalizão internacional que realizou milhares de ataques aéreos e treinou dezenas de milhares de soldados iraquianos, irão trabalhar diretamente com estas forças e com uma força de elite do Ministério do Interior.

"Neste momento estamos, na verdade, nos aprontando para a próxima fase do ataque, quando começaremos a penetração no interior do leste de Mosul", disse o tenente-coronel Stuart James, comandante de um batalhão de combate que assessora forças de segurança do Iraque na frente do extremo sul, em entrevista à Reuters no final de domingo.

"Então, neste momento, posicionando forças e posicionando homens e equipamentos no interior do leste de Mosul... irá acontecer nos próximos dias".

A manobra irá levar as tropas dos EUA para dentro da cidade de Mosul propriamente dita e expô-las a maior risco, embora James tenha dito que o nível de perigo ainda está caracterizado como "moderado". Três efetivos norte-americanos foram mortos no norte do país nos últimos 15 meses.

James, que falava de um posto avançado austero localizado no leste de Mosul, onde várias centenas de tropas de seu país estão a postos, disse que o ritmo da próxima fase no flanco leste irá depender da resistência do Estado Islâmico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos