Richard Adams, autor de "A Longa Jornada", morre aos 96 anos

LONDRES (Reuters) - O escritor britânico Richard Adams, autor de "A Longa Jornada”, que vendeu milhões de cópias e cativou uma geração de crianças, morreu aos 96 anos, disse a família dele.

A história dos corajosos coelhos em busca de segurança quando a colônia deles é ameaçada foi inicialmente rejeitada por importantes editoras, mas a aventura acabaria se tornando um best-seller, e o livro é hoje considerado um clássico.

Ele também foi adaptado para um filme animado de grande sucesso e ganhou a Carnegie Medal.

Adams, que se dizia um amante da vida no campo, era um funcionário público que deixou o governo depois de se dar conta que a cidade não era para ele.

"A Longa Jornada" foi criado, disse ele numa entrevista a um jornal britânico em 2014, de um desejo de ser uma constante presença paternal, contando às filhas as histórias dos coelhos no caminho para a escola.

"Eu tenho uma coisa com isso. Pais devem passar um monte de tempo na companhia dos seus filhos. Um monte deles não passa”, disse ele.

Ele escreveu vários outros livros sobre a sua infância e juventude e também sobre o período em que serviu no Exército em tempos de guerra.

(Reportagem de Elisabeth O'Leary)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos