Comissão de Jerusalém aprova prédio em assentamento após adiar votação sobre outras construções, diz ONG

JERUSALÉM (Reuters) - Uma comissão municipal de Jerusalém aprovou nesta quarta-feira a construção de um prédio de quatro andares para colonos judeus em Jerusalém Oriental, após adiar uma votação sobre permissões para centenas de outras residências na região anexada por Israel, de acordo com uma Organização Não Governamental (ONG) que acompanha a questão.

A Ir Amim, que se opõe a assentamentos israelenses em território ocupado onde os palestinos esperam estabelecer um Estado, disse que a estrutura será erguida em um terreno vazio em Silwan, um bairro palestino onde colonos têm ampliado sua presença.

"Hoje, enquanto a atenção estava voltada para a remoção... de licenças de construção... o comitê procedeu a aprovação de um projeto polêmico em um dos bairros mais inflamáveis de Jerusalém Oriental", disse a ONG Ir Amim em um comunicado divulgado pouco antes de um aguardado discurso do secretário de Estado norte-americano, John Kerry, sobre o processo de paz entre israelenses e palestinos.

(Reportagem de Jeffrey Heller e Ori Lewis)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos