Rússia abre processo criminal para investigar morte de urso após comoção

MOSCOU (Reuters) - Investigadores da Rússia disseram nesta quarta-feira que abriram um processo criminal contra um grupo de homens que filmaram a si mesmos matando um urso por esmagamento atropelando repetidamente o animal com veículos off-road na região da Sibéria.

Um vídeo publicado no YouTube na segunda-feira, aparentemente filmado com um telefone celular, mostrou homens em dois veículos pesados gritando "Esmaga! Esmaga!" e atiçando o animal enquanto o urso lutava para se erguer na neve.

A filmagem, que foi retirada do site posteriormente, foi amplamente divulgada pela mídia russa e causou revolta no público.

Investigadores da República de Iacútia, no nordeste da Sibéria, comunicaram ter iniciado uma investigação criminal sobre o incidente. Eles disseram que estão analisando se os homens têm culpa pela morte do urso por tratá-lo com sadismo, uma acusação que acarreta uma pena de prisão máxima de dois anos.

Os homens flagrados pela câmera são funcionários que conduziam veículos pertencentes a uma empresa de exploração que prospecta recursos na região rica em minerais, informaram os investigadores.

"Deveria existir uma pena de prisão para valer para este tipo de crime!", disse Sergei Donskoi, ministro de Recursos Naturais e do Meio Ambiente russo, em uma rede social."Vamos fazer com que estes vilões recebam a punição mais séria".

(Por Peter Hobson)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos