Forças Armadas vão ficar no Espírito Santo por mais 2 semanas

No Rio

  • Paula Bianchi -7.fev.2017/UOL

    Cerca de 3.400 militares atuam com poder de polícia no Estado

    Cerca de 3.400 militares atuam com poder de polícia no Estado

As Forças Armadas vão permanecer no Espírito Santo por pelo menos mais 13 dias a contar a partir da próxima quinta-feira, permanecendo no Estado até depois do Carnaval, informou o ministro da Defesa, Raul Jungmann, nesta terça-feira.

As tropas militares foram acionadas no início do mês para atuar na segurança pública do Estado depois que mulheres de policiais militares ocuparam a porta de vários batalhões impedindo a saída dos agentes dos quartéis. O ato, no entanto, vem sendo interpretado como um "motim" dos policiais.

"Ainda há cerca de 30% dos policiais no Espírito Santo nessa condição de amotinados", disse o ministro à Reuters.

A permanência dos policiais nos quartéis gerou uma onda de violência na Grande Vitória e foram registrados diversos crimes como assassinatos, assaltos, saques, ataques a ônibus e outros.

A presença das Forças Armadas diminuiu a sensação de insegurança na região. Atualmente, cerca de 3.400 militares estão no Espírito Santo atuando com poder de polícia respaldados pela Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

No Rio de Janeiro, um ato semelhante foi promovido pelas mulheres dos PMS, mas o movimento enfraqueceu, e as Forças Armadas vão deixar o Estado na quarta-feira.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos