Especialistas espaciais iraniano-americanos representarão Farhadi no Oscar

LOS ANGELES (Reuters) - O diretor iraniano Asghar Farhadi escolheu uma engenheira iraniano-americana e um ex-cientista da Nasa para representar seu filme "O Apartamento" na cerimônia do Oscar no domingo, em protesto contra a repressão à imigração pelo presidente norte-americano, Donald Trump.

Farhadi, que não concedeu nenhuma entrevista desde que Trump, em janeiro, proibiu a entrada nos Estados Unidos de pessoas de sete países de maioria muçulmana, planejava participar de um comício em Beverly Hills na sexta-feira via vídeo, de Teerã, segundo os organizadores.

A manifestação, organizada pela United Talent Agency, que representa Farhadi em Hollywood, está sendo realizada em lugar da tradicional festa pré-Oscar da agência. O evento vai protestar contra as políticas de exclusão e divisão, e entre os palestrantes estão os atores Michael J. Fox, Jodie Foster e Keegan-Michael Key.

"O Apartamento", um drama familiar em Teerã, é um dos favoritos para levar para casa o Oscar de melhor filme estrangeiro no domingo. Se vencer, dará a Farhadi o segundo Oscar do Irã, depois vencer com "A Separação" em 2012.

Em uma declaração à revista Variety na sexta-feira, o publicista de Farhadi disse que a engenheira Anousheh Ansari, que era a primeira turista espacial feminina, e Firouz Naderi, ex-diretor do programa de Exploração do Sistema Solar da Nasa, ocuparão o lugar de Farhadi na cerimônia do Oscar e o representarão no palco caso o filme ganhe a estatueta.

(Reportagem de Jill Serjeant)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos