PUBLICIDADE
Topo

Rainha Elizabeth presta homenagem no 75ª aniversário da vitória sobre o Japão na II Guerra Mundial

15/08/2020 15h15

Por Alistair Smout

LONDRES (Reuters) - A rainha Elizabeth prestou homenagem ao sacrifício dos soldados no 75º aniversário do Dia VJ, que marca a vitória dos Aliados sobre o império do Japão e o fim da Segunda Guerra Mundial, ao recordar a angústia da guerra e a alegria pelo fim dos conflitos.

O Japão sinalizou sua intenção de se render em 15 de agosto de 1945, depois que as bombas atômicas foram lançadas pelos EUA sobre Hiroshima e Nagasaki. O imperador do Japão expressou "profundo remorso" pelo passado de guerra do país.

A rainha, aos 94 anos, disse que nunca esquecerá as cenas de júbilo e a sensação de alívio ao fim da guerra.

“Entre a alegria pelo final do conflito, também lembramos, como fazemos hoje, a terrível devastação que isso trouxe e o custo sofrido por tantos”, disse ela em mensagem.

"O príncipe Philip e eu nos juntamos a muitas pessoas ao redor do mundo para enviar nossos agradecimentos aos homens e mulheres de toda a Commonwealth e das nações aliadas, que lutaram tão bravamente para garantir as liberdades que apreciamos hoje."

Elizabeth, ainda uma adolescente quando a guerra estourou, aprendeu a dirigir caminhões militares e a ser mecânica enquanto servia no Serviço Territorial Auxiliar, composto por mulheres. Ela estava no Palácio de Buckingham quando ele foi bombardeado em setembro de 1940.

Seu marido, Philip, que serviu na marinha britânica durante a guerra e estava a bordo do contratorpedeiro HMS Whelp na Baía de Tóquio quando a rendição japonesa foi assinada, fará parte de uma fotomontagem de veteranos ainda vivos que será exibida em grandes telões em todo o país.

Seu filho, o príncipe herdeiro Charles, vai liderar dois minutos de silêncio no National Memorial Arboretum, na região central da Inglaterra, enquanto o neto, o príncipe William, participará de um programa especial da BBC.