PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Kamala Harris promove campanha por direitos dos eleitores nos EUA

Kamala lidera uma ofensiva do governo Biden contra parlamentares que tentam implementar restrição de votos - Reprodução/ Youtube/ Bloomberg Philanthropies
Kamala lidera uma ofensiva do governo Biden contra parlamentares que tentam implementar restrição de votos Imagem: Reprodução/ Youtube/ Bloomberg Philanthropies

Nandita Bose

16/06/2021 16h33

WASHINGTON (Reuters) - A vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, promoveu nesta quarta-feira a posição do governo Biden de avançar direitos eleitorais ao se encontrar com 16 outros democratas da legislatura estadual do Texas que conseguiram bloquear uma lei que, segundo eles, dificultaria que negros e hispânicos votassem.

O presidente Joe Biden nomeou Kamala este mês para liderar a ofensiva contra parlamentares estaduais republicanos ao redor do país que estão tentando implementar restrições de votos.

A Casa Branca e grupos de direitos civis dizem que as tentativas lideradas pelos republicanos tornariam mais difícil que norte-americanos votassem. Acontecem depois de o ex-presidente republicano Donald Trump fazer acusações falsas de que perdeu a eleição de 2020 para Biden por causa de uma fraude generalizada.

Até agora, outros 14 Estados dos EUA implementaram leis este ano que tornam o voto mais difícil aos norte-americanos, segundo um relatório do Centro Brennan por Justiça.

Democratas na legislatura do Texas abandonaram uma sessão mês passado para impedir que os republicanos tivessem o quórum necessário para aprovar a lei. O governador do Texas, Greg Abbott, republicano, prometeu chamar a legislatura de volta para uma sessão especial que ainda não foi convocada.

Pela proposta do Texas, votos em drive-through não seriam mais permitidos, votos antecipados seriam limitados, não haveria mais postos de votação 24 horas e seria mais difícil enviar votos em ausência.

Internacional