Conteúdo publicado há 29 dias

Fortes chuvas deixam ao menos 50 mortos no Afeganistão, diz autoridade

CABUL (Reuters) - Pelo menos 50 pessoas morreram após um novo episódio de chuvas intensas e inundações no centro do Afeganistão, disse uma autoridade afegã neste sábado (18).

Mawlawi Abdul Hai Zaeem, chefe do departamento de informação da província central de Ghor, disse à Reuters que não havia informações sobre quantas pessoas ficaram feridas no temporal iniciado na sexta-feira (17), o qual também bloqueou muitas estradas principais para a área.

Zaeem acrescentou que 2.000 casas foram completamente destruídas, 4.000 parcialmente danificadas e mais de 2.000 lojas estavam submersas na capital da província, Feroz-Koh.

Na semana passada, enchentes repentinas causadas por fortes chuvas devastaram vilarejos no norte do Afeganistão, matando 315 pessoas e ferindo mais de 1.600, informaram as autoridades no domingo.

O Afeganistão é propenso a desastres naturais e as Nações Unidas consideram o país um dos mais vulneráveis às mudanças climáticas.

O país tem enfrentado uma escassez de ajuda desde que o Taliban assumiu o poder após a retirada das forças estrangeiras em 2021, uma vez que o apoio ao desenvolvimento, que formava a espinha dorsal das finanças do governo, foi cortado.

(Reportagem de Mohammad Yunus Yawar em Cabul)

Deixe seu comentário

Só para assinantes