PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Centenas marcham em Nice em homenagem à brasileira morta em atentado

Simone Barreto Silva é uma das três vítimas fatais do atentado à basílica de Notre-Dame, na quinta-feira (29) - G. Moura/RFI Brasil
Simone Barreto Silva é uma das três vítimas fatais do atentado à basílica de Notre-Dame, na quinta-feira (29) Imagem: G. Moura/RFI Brasil

31/10/2020 14h13

Uma marcha branca reunindo centenas de pessoas tomou as ruas do centro de Nice, na rivera francesa, na tarde deste sábado (31), para homenagear a brasileira Simone Barreto Silva, uma das três vítimas fatais do atentado terrorista à basílica de Notre-Dame, na quinta-feira (29). Ao final da marcha, na frente da igreja, o grupo fez uma manifestação bradando frases como "Queremos paz" e "Justiça". 

Uma marcha branca reunindo centenas de pessoas tomou as ruas do centro de Nice, na rivera francesa, na tarde deste sábado (31), para homenagear a brasileira Simone Barreto Silva, uma das três vítimas fatais do atentado terrorista à basílica de Notre-Dame, na quinta-feira (29). Ao final da marcha, na frente da igreja, o grupo fez uma manifestação bradando frases como "Queremos paz" e "Justiça".

A marcha partiu da igreja Saint-Pierre d'Arène, em Nice, onde uma cerimônia em homenagem a Simone Barreto Silva foi organizada na tarde deste sábado (31). O clima era de muita comoção, com centenas de pessoas levando flores e chorando por Simone, que deixou três filhos entre 4 e 14 anos.

Com bandeiras do Brasil e vestidos de branco, o grupo cantou o Hino Nacional brasileiro e entoou orações por Simone, que frequentava a igreja todos os dias antes de ir ao trabalho.

Um forte aparato policial cercava a rua onde se encontra a igreja e acompanhou a marcha, que percorreu o 1,5 km que separa as duas igrejas.

A família de Simone recebeu as condolências numa sala anexa à igreja, chamada Forum Jorge François, um espaço cultural e associativo ligado à igreja. Uma longa fila foi formada em volta da igreja para entrar na sala, reservada aos familiares.

O professor de dança Junior França era próximo de Simone e sua família e foi homenagear a amiga. "Tudo ocorreu de forma muito organizada e com muita segurança", conta. As pessoas entravam em grupos de cinco na sala onde a família Barreto recebeu as condolências.

"Senti muita emoção ao participar desta marcha, a gente pôde se unir para homenagear a nossa amiga que partiu. Ainda estou muito abalado, sem chão e sem acreditar. Foi muito bonito cantarmos o Hino Nacional juntos em homenagem a Simone", conta França.

A professora universitária Gilsamara Moura também esteve presente e conta que preferiu não entrar na igreja. "Ainda estou em choque. Depois do que aconteceu, a gente passa a viver sempre em alerta, não só para entrar numa igreja, mas em todo lugar", conta esta baiana que mora em Nice e conhecia Simone de vista.

"Eu conheci Simone e suas irmãs nos eventos brasileiros em Nice. A comunidade veio em peso homenagear a sua memória hoje", relata.

Tudo transcorreu sem problemas, porém uma mulher passou mal e precisou de atendimento médico em frente à igreja. Ela foi socorida rapidamente por uma ambulância, que já estava no local.

Outras homenagens

Nascida em Salvador, Simone Barreto morava em Nice desde 1995 e era muito conhecida pela comunidade local, pois organizava, com sua irmã, eventos brasileiros, como a Festa de Yemanjá.

O prefeito de Nice, Christian Estrosi, fez um post em homenagem à baiana em suas redes sociais.

Na sexta-feira (30), os canais de TV franceses dedicaram reportagens à brasileira. Ultimamente, ela trabalhava como cuidadora de idosos, mas há dois anos concluiu um curso de chef de cozinha e trabalhava como cozinheira em festivais brasileiros em Nice. O último foi em agosto.

O chef que formou a brasileira, Éric Brujan, do restaurante do hotel Le Méridien, em Nice, fez questão de homenageá-la, lembrando que Simone era uma mulher "solar, sempre com um sorriso radiante no rosto, cheia de vida". "Ela sempre foi dedicada, cultivava suas raízes culturais e adorava o samba", contou o chef ao canal France 2.

Internacional