PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

Com 430 mil mortos, Bolsonaro desiste de ação contra JN por críticas

14/05/2021 12h22

Jair Bolsonaro desistiu de pedir à Justiça direito de resposta ao célebre editorial do Jornal Nacional que questionou se ele cumpriu seu dever, como presidente, para evitar as mortes por Covid-19 no Brasil.

SEM PALAVRAS
O telejornal da TV Globo divulgou o editorial no dia 8 de agosto, quando o Brasil chegou a 100 mil mortos pela doença. Lido por William Bonner e Renata Vasconcellos, o texto lembrava que o país estava sem um ministro titular da Saúde havia 85 dias. E que Bolsonaro reagia às seguidas notícias de explosões de mortes dizendo que a doença era uma "chuva" e que todos iriam se molhar, que a morte é um destino de todos ou respondendo "e daí?" e "não sou coveiro" quando questionado sobre os óbitos. (...) Leia íntegra na Folha.