PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Ex-juiz é preso em Belo Horizonte acusado de abuso sexual contra menino de 11 anos

Rayder Bragon

Do UOL, Em Belo Horizonte

07/05/2012 10h58Atualizada em 07/05/2012 12h16

Um ex-magistrado, com idade de 65 anos, foi preso em sua casa na noite deste domingo (6) por agentes da Polícia Civil mineira acusado de ter abusado sexualmente de um menino de 11 anos que foi encontrado debaixo de uma cama na residência.

Mário José Pinto da Rocha foi preso no bairro Santa Amélia, região da Pampulha, após a polícia ter recebido denúncia anônima. A criança confirmou que manteve relações sexuais com o homem, segundo a polícia. Segundo o TJ-MG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais), Rocha pediu exoneração do cargo em 2003, contudo, sem informar o motivo.

O suspeito foi autuado em flagrante na Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) e conduzido ao Ceresp (Centro de Remanejamento do sistema Prisional) São Cristovão, localizado na capital mineira.

Segundo a delegada Andrea Aparecida Alves Cunha, o homem havia permitido que os policiais entrassem na casa e afirmado estar sozinho no imóvel. Após os agentes terem encontrado o garoto, o suspeito negou que tivesse praticado o abuso.

“O menino falou que estava ali para manter relacões sexuais com ele mediante o pagamento de dinheiro. Ele recebia de R$ 10 a R$ 15. Ele já tinha ido lá várias vezes”, contou a delegada.

Ainda conforme ela, o ex-juiz disse que a criança estava na residência para ser apenas alimentada. De acordo com Andrea Cunha, o homem já havia sido preso, em 2008, por crime semelhante. “Por ele ser reincidente, isso conta como agravante”, explicou a delegada.

A criança foi encaminhada para o Conselho Tutelar da capital mineira, e a polícia está tentando localizar a família dela.

Cotidiano