PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Homem mata dois travestis e fere dois no interior de São Paulo; miss gay é atingida na mão

Henrique Fernandes

Do UOL, em São José do Rio Pereto (SP)

16/08/2012 15h10

Um homem causou pânico na madrugada dessa quarta-feira (15), em São José do Rio Preto (438 km de São Paulo). Ele baleou quatro travestis, em dois pontos tradicionais de prostituição da cidade. Dois deles tiveram morte imediata.

Por volta da meia-noite da quarta-feira, um senhor, com idade entre 40 e 50 anos, numa moto vermelha, combinou um programa com Carlos Eduardo Vasconcelos, a Eduarda, na avenida Cenobelino de Barros Serra.

O atirador saiu com Eduarda até uma estrada de terra, próxima dali. Ao chegar lá disparou contra o peito do travesti. Logo em seguida, ele retornou à avenida e foi atrás da sua segunda vítima da noite, Abelardo dos Santos Freier, a Izabeli.

Ele se aproximou da vítima, sacou a arma e atirou no queixo de Freier. As duas vítimas morreram antes da chegada dos médicos. Antes de ir embora, o homem ainda fez outra vítima. Atirou contra J.C.B., que teve sua mão direita perfurada pela bala.

Em seguida, o atirador foi até o centro da cidade, no cruzamento das ruas Prudente de Moraes com General Glicério, também um dos locais frequentados por travestis. Lá, disparou contra Renata Spears, miss gay de São José do Rio Preto, que foi atingida numa das mãos.  Ela está internada, em observação. Nada foi levado das vítimas.

O homem está foragido. O delegado Fernando Augusto Nunes Tedde, da Delegacia de Investigações Gerais, afirmou que ainda é cedo para determinar o motivo dos crimes. Ele não descarta homofobia “Ainda é cedo para saber a causa. Estamos com equipe na rua trabalhando para prendê-lo”, afirmou o delegado em entrevista à TV TEM.

Cotidiano