PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Espírito Santo pede mais remédios ao Ministério da Saúde

Do UOL, em São Paulo

25/12/2013 18h56


A Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo reforçou o pedido feito ao governo federal para o envio de mais kits de medicamentos para a população dos municípios capixabas atingidos pela chuva.

Tirou foto das chuvas no ES? Mande para o UOL

  • Julio Santos/Colatina Hoje/Facebook

Dez kits foram entregues pelo Ministério da Saúde nesta semana, mas a secretaria estadual solicita mais 25.

Parte dos kits fornecidos foi enviada hoje, por helicóptero, às cidades de Baixo Guandu e Santa Leopoldina.

Ontem, os municípios de Barra de São Francisco, Vila Velha, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá e São Domingos do Norte também receberam remédios.

Os kits são formados por medicamentos como antibióticos, anti-inflamatórios e antitérmicos, além de insumos como sais para reidratação, ataduras, cateter, compressa de gaze, seringas e luvas.

DOAÇÕES

Interessados em ajudar as vítimas podem fazer depósitos em nome do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo em três contas bancárias:

Banco do Brasil
Agência 3665-x
Conta corrente: 150.000 ? 7

Caixa Econômica Federal
Agência 0167-8
Operação 06
Conta corrente: 10.004

Banestes
Agência 0271
Conta corrente: 23.765.589

Doações de cestas básicas e de água mineral para as vítimas podem ser enviadas aos seguintes locais:

1º Batalhão da Polícia Militar: Av. Maruipe, 2115, Vitoria, tel.: (27) 3636-7306

2º Batalhão da Polícia Militar: Av. Guanabara, 40, Nova Venécia, tel.: (27) 3752-4200

4º Batalhão da Polícia Militar: Av. Nossa Senhora da Penha, 118, Vila Velha, tel.: (27) 3636-0400

11º Batalhão da Polícia Militar: Rua Vereador Antonio Roas Ruebra, 293, Barra de São Francisco. Tel.: (27) 3756-8400

12º Batalhão da Polícia Militar: Rua Washington Luiz, 599 ? Linhares, Tel.: (27) 3372-7853

Escola Honório Fraga: Rua Nossa Senhora Aparecida, 204, Colatina, Tel.: (27) 3722-3247

Cada kit possui material suficiente para atender 500 pessoas pelo período de três meses.

Deslizamentos de terra, alagamentos e rompimentos de pista têm bloqueado estradas federais e estaduais, o que dificulta o envio de ajuda humanitária às vítimas.

Doenças

A contaminação da água e de alimentos provocada pelas enchentes causa doenças como leptospirose e hepatite A.

Quem teve contato com água das enchentes deve ficar atento ao aparecimento de sintomas como febre, dor de cabeça, dor muscular, dificuldade de urinar e icterícia (cor amarelada da pele, mucosas e olhos).

De acordo com o boletim da Defesa Civil na tarde desta quarta (25), a chuva já causou estragos em 64% dos municípios do Estado. Das 78 cidades capixabas, 50 foram afetadas.

Chega a 48.601 o número de pessoas que estão fora de casa no Espírito Santo, entre desabrigadas e desalojadas.

Desse total, 4.565 foram levadas para abrigos municipais e 44.036 estão desalojadas (foram para casas de parentes e amigos).

O número de mortes em consequência dos estragos provocados pela chuva subiu para 21.

A previsão é de mais chuva nos próximos dias no Estado.

Cotidiano