PUBLICIDADE
Topo

'Pergunta para Deus', diz homem ao ser indagado como escapou de acidente

Rayder Bragon

Do UOL, em Belo Horizonte

03/07/2014 19h41

O motorista de um dos caminhões atingidos pelo viaduto que desabou em Belo Horizonte nesta quinta-feira (3) afirmou que escapou por pouco da morte. "Pergunta para Deus", disse ao ser indagado sobre conseguiu correr antes da queda da obra.

André Dias Souza, 33, que trabalha em uma empresa terceirizada na obra localizada na avenida Pedro 1º, no bairro São João Batista, na região da Pampulha, afirmou que estava embaixo da estrutrura que cedeu, descarregando areia para o asfalto que seria colocado no local. 

mapa desabamento viaduto guararapes belo horizonte - Arte UOL - Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Ele disse que "sentiu um vento e um estalo" e correu, junto com os demais trabahadores. No acidente, duas pessoas morreram e outras 19 ficaram feridas.

Um morte não confirmada seria do marido da Cristilene dos Santos --ele é dono do carro que foi esmagado pela estrutura que caiu. Ela afirmou que o marido, que não teve o nome revelado, iria pegá-la no trabalho, em um local perto do desabamento.

Como ele atrasou, Cristilene soube do acidente e foi até o local. Lá, um policial militar mostrou para ela uma foto do carro esmagado. Ela identificou o veículo, um Uno, com placas de Lagoa Santa, na região metropolitana de BH, como sendo o da família. 

Patricia de Oliveira Amorim, 51, comerciante que mora perto do viaduto, disse que estava em casa quando ocorreu o acidente.

Segundo ela, o barulho do desabamento foi muito forte. "Senti tudo tremer e achei que estava estava tendo um terremoto", afirmou. Quando saiu de sua casa, afirmou Patrícia, viu uma nuvem de fumaça e pessoas correndo desorientadas. "Foi muito assustador."

Vídeo mostra resgate de vítimas de acidente com viaduto em BH

Cotidiano