PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Governo do Rio vai arcar com despesas de enterro de menino morto no Alemão

Mãe exibe foto do menino Eduardo de Jesus Ferreira, 10, que foi atingido por um tiro de fuzil no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro - Renato Moura/Voz das Comunidades
Mãe exibe foto do menino Eduardo de Jesus Ferreira, 10, que foi atingido por um tiro de fuzil no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro Imagem: Renato Moura/Voz das Comunidades

Do UOL, em São Paulo

03/04/2015 19h21

O Governo do Rio de Janeiro informou na noite desta sexta-feira (3) que vai arcar com as despesas do enterro do menino Eduardo de Jesus, 10, que foi alvo de um tiro de fuzil na cabeça durante operação do Batalhão de Choque da PM no Complexo do Alemão, na zona norte do Estado.

Por determinação do governador Luiz Fernando Pezão, serão custeadas as despesas com o traslado e sepultamento do corpo do menino no Piauí, bem como a viagem dos pais até o Estado nordestino.

Em nota, o Governo do Rio disse ainda estar prestando assistência e amparo psicológico à família de Eduardo. Pezão e a secretária de Assistência Social, Teresa Cosentino, conversaram com o pai de Eduardo, nesta sexta-feira (3).

"Estou profundamente consternado. Conversei com o seu José e me coloquei à disposição da família para ajudar a abrandar a dor no coração dele e da mãe", afirmou Pezão. "Pedi também o máximo de rigor e celeridade nessa investigação. A morte do Eduardo não ficará impune. Não podemos perder nossas crianças de maneira brutal", acrescentou ele.

Policiais do Batalhão de Polícia de Choque e da CPP, que estavam na ocorrência, já estão respondendo a um Inquérito Policial Militar. Eles foram afastados do policiamento nas ruas e tiveram suas armas recolhidas para a realização de exame balístico.

 

Cotidiano