Militares iniciam nesta quinta atuação no RN para combater ataques a ônibus

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

Soldados do Exército, Marinha e Aeronáutica começam a ajudar no combate às ações de organizações criminosas no Rio Grande do Norte nesta quinta-feira (4).  1.200 homens -- sendo 920 do Exército, 220 da Marinha e 60 da Aeronáutica – chegaram em Natal nesta quarta-feira e se juntarão às forças de segurança do Estado para coibir ataques criminosos. Os militares atuarão até o próximo dia 16.

Desde a última sexta-feira (29), Natal e 32 cidades estão sofrendo atentados criminosos com ataques a ônibus e veículos incendiados, além de explosões e incêndios em prédios públicos e pontos turísticos. Os ataques começaram um dia depois que bloqueadores de sinal de celulares foram instalados no PEP (Presídio Estadual de Parnamirim), localizado na região metropolitana de Natal.

O último boletim da Sesed (Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social), divulgado na noite de quarta (3) registra 96 ocorrências em 33 cidades do Estado. Até agora, 86 pessoas foram presas ou apreendidas acusadas de participação em ataques criminosos.

O efetivo da Operação Potiguar  foi deslocado das cidades de Jaboatão dos Guararapes e Garanhuns, em Pernambuco; Campina Grande e João Pessoa, na Paraíba; e Caicó, no Rio Grande do Norte.

O coordenador da Operação Potiguar será o comandante da 7ª Região Militar (Recife/PE), general de Divisão Marcio Roland Heise. Já o comandante operacional será o general de Brigada Jayme Octávio de Alexandre Queiroz, que é comandante da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada (Natal-RN).

Segundo o Exército, 55 homens irão para as ruas de Natal fazer patrulhamento logo após a solenidade de apresentação, que ocorrerá às 10h, no 16º Batalhão de Infantaria Motorizado. Os demais militares ficarão no quartel recebendo instruções para atuação em outras áreas em Natal e cidades do interior do Estado, a partir de sexta-feira (5).

"A Operação Potiguar, embora seja comandada pelo Exército Brasileiro, será realizada com o apoio da Marinha do Brasil, da Força Aérea Brasileira e de órgãos de segurança pública nas esferas federal e estadual. Todos esses órgãos e instituições vão trabalhar de maneira integrada e em cooperação, utilizando as boas práticas empregadas nas operações interagências nos grandes eventos e em outras situações", informou o Exército em nota.

Militares chegam a Natal

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos