Homem que agrediu delegada e segurança é indiciado por lesão gravíssima em MG

Carlos Eduardo Cherem

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

A Polícia Civil de Minas Gerais indiciou nesta quinta-feira (29) o comerciante Luiz Fernando Neder Silva, 34, por lesão corporal gravíssima, ameaça e lesão corporal leve.

No último dia 17, Silva foi flagrado agredindo a segurança Edvânia Nayara Ferreira Rezende, 23, após ter ameaçado, empurrado e ameaçado a mulher, a delegada da PC Ana Paula Kich Gontijo, 44, da delegacia de Mulheres de Três Corações (MG), município distante 287 Km de Belo Horizonte.

O comerciante está preso em um presídio da capital mineira cujo nome não foi divulgado por motivos de segurança. Caso seja condenado, Silva pode pegar nove anos e seis meses de prisão, somente no caso das agressões à segurança e a um motorista que tentou separar a briga.

O inquérito da polícia investigou também a agressão do comerciante contra o motorista Enioberto José de Jesus, 39, um dos que tentaram apartar a discussão entre ele e a segurança. Jesus foi agredido e teve dois dentes quebrados. 

A mulher do comerciante pediu férias da delegacia após o caso ser amplamente divulgado pela imprensa. O vídeo também foi postado nas redes sociais, dando ampla repercussão à agressão.

Dois dias após a agressão, dezenas de moradores de Três Corações fizeram manifestação em apoio a Edvânia Rezende, na área central do município de 77 mil habitantes.

A Procuradoria Especial da Mulher do Senado aprovou moção de repúdio à agressão.

A reportagem do UOL não localizou o defensor de Silva para comentar o indiciamento. A delegacia de Três Corações, responsável pelo inquérito, e a Polícia Civil, disseram que não comentariam o caso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos