Diego Herculano/AFP

Violência no Rio

Pastor é morto a tiros durante culto em igreja no Rio

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio

  • Arquivo pessoal

    O pastor Custódio Gonçalves

    O pastor Custódio Gonçalves

O pastor Custódio Gonçalves, 59, foi morto a tiros durante a realização de um culto em uma igreja evangélica em Itaboraí, na região metropolitana do Rio, na noite de domingo (26). O crime ocorreu por volta de 20h30, no bairro Santo Antônio.

Pelo menos três tiros acertaram a vítima, que morreu no local.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, a Divisão de Homicídios já identificou o homem que matou o pastor. O órgão, porém, não informou o nome do suspeito nem se ele já estava preso.

Segundo informações da Polícia Civil, agentes estão em busca de câmeras de segurança que possam ajudar na investigação. Uma perícia já foi realizada no local e algumas testemunhas já prestaram depoimento.

Ainda não há informações sobre o que teria motivado o crime. Gonçalves era membro da Assembleia de Deus Ministério Apascentando Ovelhas.

O fiel Wallace Conceição Santana fez uma homenagem ao pastor nas redes sociais e pediu conforto à família.

"Neste momento de dor e profunda tristeza causada pela perda do nosso amigo e irmão de fé, pedimos que o Senhor conforte os seus familiares, que traga paz, serenidade e compreensão. Que o Senhor receba o nosso irmão e lhe dê paz e o merecido descanso."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos