Traficante conhecido como "Mata-Rindo" é achado morto com 12 tiros no ES

Demétrio Vecchioli

Colaboração para o UOL

  • Divulgação/Polícia Civil

    Ele era investigado por homicídios, mas não tinha passagem na polícia por mortes

    Ele era investigado por homicídios, mas não tinha passagem na polícia por mortes

Apontado como um dos chefes do tráfico de drogas no município de Serra, na Grande Vitória, o traficante Mata-Rindo foi encontrado morto no sábado à noite pela polícia civil do Espírito Santo, atingido por 12 tiros. Ele teria sido assassinato por uma facção rival.

Segundo a polícia, Mata-Rindo é chefe do tráfico da região onde seu corpo foi encontrado, o bairro Ourimar, e também comandava o comércio de drogas na localidade conhecida como Brejo. De acordo com o delegado Romualdo Gianordoli Neto, o traficante, de 22 anos, tinha sua própria facção: o Bonde do Mata-Rindo.

Identificado como Marcos Antônio da Silva Xavier, Mata-Rindo tinha diversas passagens pela polícia, nenhuma delas por assassinato - apesar de seu apelido. Mas, ainda de acordo com o chefe da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Serra, Mata-Rindo aparecia como investigado em diversas mortes.

"Em vários inquéritos ele é apontado como autor, mas é difícil a gente arranjar informações sobre quem de fato matou, porque ele comandava lá aquela região", explica o delegado. Ele chegou a ser preso mais de uma vez por tráfico de drogas, mas estava em liberdade.

O DCCV agora investiga as circunstâncias da morte de Mata-Rindo. Sabe-se que ele levou 12 tiros nas costas, no tórax e na cabeça e morreu na hora. A principal linha de investigação é que outro grupo rival matou o líder do Bonde para assumir o controle do tráfico no Ourimar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos