Índice de estupros no Estado de São Paulo dispara 38% em um ano

Leonardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • J. Duran Machfee/Futura Press/Estadão Conteúdo

O Estado e a Capital de São Paulo registraram uma alta significativa nos casos de estupro no mês de maio em relação ao mesmo período do ano passado, segundo estatísticas divulgadas nesta segunda-feira (26) pela SSP (Secretaria de Segurança Pública). 

Em maio de 2016, houve 683 casos de estupro notificados no Estado. Já no mesmo mês de 2017, o número disparou para 943 ataques contra as mulheres, o que representa um crescimento de pouco mais de 38%. Em relação ao mês de abril, o aumento foi de quase 8%, confirmando a tendência de alta ao longo do ano registrada em outros meses.

O aumento também foi apontado na Capital. Na cidade de São Paulo, o número de estupros cresceu 22% na comparação com maio do ano passado, chegando a 225 ocorrências. 

Embora as taxas de violência contra a mulher tenham crescido, o secretário de Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, diz que os índices de estupro "já crescem há um tempo" porque "80% dos crimes de estupro são cometidos por pessoas que se conhecem, que tenham algum tipo de relacionamento", o que, ainda segundo o secretário, torna mais difícil o combate. 

Barbosa Filho, que completou 1 ano em maio deste ano à frente da Secretaria de Segurança do Estado, ainda notou que o aumento pode ser um indício de que as mulheres têm temido menos as notificações, o que, segundo ele, não era comum nos anos anteriores. "Esse é o tipo de crime que a gente não sabe quando ocorre sem a notificação", constatou. 

Questionado pelo UOL sobre a posição da Secretaria e as posteriores ações efetivas de combate ao estupro, Mágino Alves disse que a SSP busca dar mais ferramentas que auxiliem as ações dos policiais civis e militares, mas ressaltou que "sem a notificação da vítima, eles não ficam sabendo".

Outros crimes têm queda

O Estado de São Paulo e a Capital apresentaram redução nos indicadores de homicídio no mês de maio.

No Estado, o número de casos caiu 5,15% em comparação ao mesmo mês do ano passado, chegando a 258 ocorrências. Já na cidade de São Paulo, os 45 casos de homicídio doloso registraram a queda de 29,69% em comparação a 2016, quando o número de homicídios era de 64 casos.

Os índices de roubos de veículo também apresentaram redução tanto no Estado quanto na Capital. Houve 5.870 ocorrências no Estado, 6,85% a menos que maio de 2016 e menor quantidade de casos desde maio de 2014, quando houve 8.691 roubos. A cidade apontou queda de 11,67%, registrando 2.717 ocorrências.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos