Violência no Rio

Motorista é detido após ser feito refém por criminosos que tentavam entrar na Rocinha

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio

  • LEONARDO COELHO/ESTADÃO CONTEÚDO

    23.set.2017 - Militar faz reconhecimento de área na Rocinha após madrugada com tiroteio

    23.set.2017 - Militar faz reconhecimento de área na Rocinha após madrugada com tiroteio

Antes de serem presos tentando furar o bloqueio da polícia do Exército na Rocinha, na zona sul carioca, quatro criminosos fizeram o motorista de um Renault Symbol refém no bairro do Horto, também na zona sul do Rio de Janeiro. Identificado apenas como Luiz, o motorista contou que estava com um amigo na região quando foi abordado por um homem armado com uma pistola. Com medo, o motorista acelerou o carro e o criminoso disparou contra o veículo.

"Neste momento, outros três bandidos chegaram. Liberaram meu amigo e eu fiquei para dirigir. Eles ordenaram que eu seguisse para Rocinha, mas foram surpreendidos pela blitz do Exército. Eles disseram que estavam em área de mata e não sabiam que o Exército estava na favela."

Ao todo, 950 militares das Forças Armadas chegaram ontem à Rocinha com blindados para patrulhar os acessos à comunidade em apoio à ação da polícia fluminense.

Luiz acabou detido junto com os bandidos --inicialmente, foi informada a prisão de cinco pessoas-- e levado para a delegacia da Rocinha.

"Fui algemado e levado para a delegacia. Sete horas depois fui liberado. Eles fizeram uma investigação e viram que eu realmente era vítima e não bandido. Os outros tinham passagem pela polícia e tudo."

O carro de Luiz foi periciado na manhã de hoje. No carro, foram apreendidos um fuzil AK47 calibre 7,62 mm com numeração raspada e quatro carregadores; uma pistola Glock calibre 9 mm com dois carregadores; 86 munições calibre 7,62 mm e 18 calibre 9 mm; dois equipamentos de rádio transmissores; documentos; cadernos de anotações, pequena quantidade de drogas e dinheiro em espécie.

Rio tem 16 fuzis apreendidos

Um novo tiroteio foi ouvido na Rocinha na madrugada de hoje. As forças de segurança apreenderam na Rocinha e no Caju ao menos 16 fuzis.

Apesar dos novos confrontos, o comércio abriu nesta manhã na região da Rocinha. Nos acessos à comunidade, dezenas de carros e tanques do Exército reforçam a segurança. Uma blitz de militares foi montada na estrada da Gávea. Homens do Exército utilizam drone para monitorar a região.

No começo da manhã, a Polícia Militar informou a apreensão pelo Bope (Batalhão de Operações Especiais) de cinco fuzis após criminosos em um táxi entrarem em confronto com os policiais.

Segundo a Secretaria de Segurança, o Bope montou um cerco na saída do túnel Zuzu Angel, após ser comunicado sobre uma perseguição de policiais do 23º BPM a um táxi com criminosos armados. Houve confronto. Os bandidos fugiram. Foram apreendidos cinco fuzis, 55 carregadores, 2.055 munições de diversos calibres, 110 papelotes de erva seca e 1.045 cápsulas de pó.

Às 5h30, já não havia mais relatos de confronto, embora a tensão permanecesse, com policiais fazendo policiamento na entrada da favela. A autoestrada Lagoa-Barra e o túnel Zuzu Angel, nos dois sentidos, chegaram a ser interditados preventivamente, mas já foram liberados.

Ainda na madrugada deste sábado, agentes da Delegacia de Roubos e Furtos, com apoio da Core, prenderam Luiz Alberto Santos de Moura, conhecido como Bob do Caju. Segundo a polícia, o criminoso é um dos responsáveis pela invasão à Rocinha no último domingo (17).

Ele foi preso na Ilha do Governador, zona norte, em um bairro residencial. Com o criminoso foi apreendida uma pistola. A polícia também apreendeu dez fuzis que seriam levados do Morro do Caju ao Morro do São Carlos para armar bandidos que dariam apoio ao tráfico na Rocinha. A informação aponta que os fuzis foram utilizados na invasão do último domingo, mas haviam retornado ao Caju em decorrência das operações policiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos