Grávida tem mais de 50% do corpo queimado e passa por cesariana no RS

Luciano Nagel

Colaboração para o UOL, em Porto Alegre

Uma mulher de 37 anos, grávida de 8 meses, sofreu queimaduras em mais de 50% do corpo no início da manhã desta quarta-feira (8) no município de Vacaria, na região dos Campos de Cima da Serra, no Rio Grande do Sul. A vítima foi identificada como Marinês Carvalho Dunke.

De acordo com um soldado do Corpo de Bombeiros de Vacaria, o chamado de emergência ocorreu por volta das 5h30 desta manhã.

"Atendi o telefone e era a Guarda Municipal pedindo auxílio da corporação para ajudar uma vítima que sofreu queimaduras com álcool após a discussão com o companheiro", afirmou o militar Erik Silva.

Ao chegar a residência, localizada na rua Carlos Zakera, no bairro Petrópolis, os bombeiros encontraram a mulher gravemente queimada.

A vítima e o companheiro foram levados na ambulância para o Hospital Nossa Senhora de Oliveira.

Marinês foi submetida a uma cesariana para a retirada do bebê, um menino. O parto transcorreu bem, a criança nasceu com 2,76 kg e está no berçario. Ao UOL, o hospital informou que o estado de saúde da mãe era "estável".

Antes, durante o trajeto ao hospital, os socorristas observaram muitas contradições nas versões dos fatos, tanto da mulher quanto do companheiro.

Marinês contou que o companheiro, que tem antecedentes criminais, jogou álcool no corpo dela após uma discussão e que, em seguida, ela teria ateado fogo em seu próprio corpo.

No hospital, os bombeiros acionaram a Brigada Militar para dar continuidade a ocorrência.

O companheiro de Marinês foi detido em flagrante e conduzido a Delegacia de Polícia de Vacaria para prestar mais esclarecimentos. O advogado de defesa do suspeito, não atendeu aos chamados da reportagem.

Segundo o delegado Lima, o companheiro, que tem 31 anos e não teve o nome revelado, deu a mesma versão que Marinês ao prestar depoimento.

"Ele admitiu que jogou álcool na companheira durante a discussão, mas afirmou que foi ela que tocou fogo em seu próprio corpo", afirmou Lima

O delegado disse que vai indiciá-lo por tentativa de feminicídio. Ele teve a prisão temporária decretada (por 5 dias) e será conduzido ao Presidio Estadual de Vacaria.

O homem tem antecedentes criminais como furto qualificado, posse de drogas, disparo de arma de fogo, apropriação indébita.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos