Topo

Mulher é atropelada duas vezes seguidas e morre em acidente em Santos

Arquivo Pessoal
3.dez.2017 - A professora Alessandra Domingos de Andrade, de 43 anos Imagem: Arquivo Pessoal

Igor Ferraz

Colaboração para o UOL

03/12/2017 15h46

Na madrugada deste sábado (2), um acidente na rodovia Anchieta, no Piratininga, em Santos, resultou na morte da professora Alessandra Domingos de Andrade, de 43 anos. Ela voltava de moto de uma apresentação no SESI, onde dava aulas de dança, quando foi atropelada por um carro cujo condutor fugiu e ainda não foi identificado. Em meio ao socorro prestado por uma testemunha, outro atropelamento ocorreu. Alessandra não resistiu e morreu no local.

O acidente ocorreu à 5h, de acordo com informações do SAMU. A colisão com o primeiro carro levou a professora ao chão, sendo atropelada logo em seguida. O condutor fugiu sem prestar socorro.

Ao perceber Alessandra ferida, o motorista de uma EcoSport parou para sinalizar a via. Porém, pouco tempo depois, o condutor de um Celta atropelou novamente a professora, que morreu na hora. A testemunha não foi atingida no impacto.

Segundo a Polícia Militar, o motorista do primeiro atropelamento ainda não foi identificado e o caso está sendo apurado. Uma placa deixada no local do acidente e imagens das câmeras de vigilância podem ajudar a decifrar o caso.

Leia também

Alessandra foi velada entre a noite de sábado e a manhã de domingo no cemitério municipal de Cubatão. A instituição em que a professora dava aulas de dança lamentou sua morte nas redes sociais: "Uma pessoa sempre feliz e alto astral, uma excelente profissional e querida por todos os colegas de trabalho, alunos e frequentadores do SESI Santos." Alessandra também produzia um canal de conteúdo fitness no YouTube.