Topo

Temer viajará ao Rio neste sábado para discutir intervenção no Estado

Beto Barata/ABr
Imagem: Beto Barata/ABr

Gustavo Maia e Luciana Amaral

Do UOL, em Brasília

2018-02-16T12:59:28

16/02/2018 12h59

O presidente da República, Michel Temer (MDB), viajará ao Rio neste sábado (16) para discutir a intervenção federal na segurança pública do Estado, cujo decreto será assinado nesta sexta-feira (15).

Uma reunião deverá acontecer no Palácio Guanabara, sede do Executivo estadual, junto ao governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (MDB), ministros e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que também viajará à cidade neste sábado.

Temer decidiu no início da madrugada desta sexta-feira decretar intervenção. O Exército passará a ter responsabilidade sobre as polícias, os bombeiros e a área de inteligência do Estado, inclusive com poder de prisão de seus membros.

Veja também

O interventor será o general Walter Braga Neto, comandante Militar do Leste. Na prática, o oficial vai substituir Pezão na área de segurança. A decisão do governo federal contou com o aval de Pezão.

A intervenção na Segurança Pública do Rio vai reduzir a violência no Estado?

Resultado parcial

Total de 100649 votos
65,33%
34,67%
Total de 100649 votos

Valide seu voto

A previsão é que o decreto, que será assinado na tarde de hoje, determine a intervenção até o final de 2018. A ideia inicial é que a tropa das Forças Armadas saia às ruas para tentar coibir a violência e oferecer um tipo de sensação de segurança à população.

Não se trata de uma típica intervenção federal, onde o governador é afastado, mas uma intervenção em que apenas a área de segurança passará ao controle do governo federal.

Com este decreto, o comandante militar do Leste poderá afastar os comandantes das Polícias Militar e Civil, mas ainda não há decisão sobre o que será feito.