PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Após 5 dias desaparecida em mata no RS, turista britânica é encontrada com vida

A turista inglesa Katherine Sarah Brewster, 27, se reencontra com a anfitriã nesta sexta - Reprodução/Facebook
A turista inglesa Katherine Sarah Brewster, 27, se reencontra com a anfitriã nesta sexta Imagem: Reprodução/Facebook

Luciano Nagel

Colaboração para o UOL, em Porto Alegre

30/03/2018 16h37

Moradores da comunidade sustentável Ecovila Dom José, localizada na zona rural do pequeno município de Alpestre, na região norte do Rio Grande do Sul, localizaram na manhã desta sexta-feira (30) a turista inglesa Katherine Sarah Brewster, de 27 anos. A britânica estava desaparecida desde o último domingo (25), quando saiu para caminhar na mata e meditar.

"Ela está bem. Foi encontrada no meio da mata próxima a comunidade onde residia. Ela fez um abrigo com folhas de bananeiras e se alimentava de frutos, raízes, entre outros alimentos da natureza. A inglesa afirmou que pretendia ficar no acampamento improvisado durante três semanas, pois ela disse que teria uma missão a ser cumprida”, afirmou o delegado Ercilio Carletti por telefone ao UOL.

Agentes da Polícia Civil de Alpestre receberam o comunicado do desaparecimento da turista na terça-feira (27) e logo deram inícios às buscas. O boletim de ocorrência foi realizado por um casal que hospedava a britânica dois dias após o sumiço da mulher.

A família acolhia a turista em sua residência há pouco mais de um mês. Pelo Facebook, a anfitriã Neli da Terra se manifestou sobre o desaparecimento da hóspede estrangeira.

"Na manhã de domingo ao acordarmos, ela tinha partido sem deixar nenhum bilhete ou informação sobre seu destino, deixando todos os seus pertences em nossa casa. Inicialmente pensamos que a mesma foi meditar na mata, mas como não houve o regresso e a mesma saiu com seu cartão de crédito e passaporte, concluímos que o melhor a fazer seria informar as autoridades locais", diz a nota de esclarecimento.

Conforme o delegado que investigava o desaparecimento, a turista inglesa confirmou à polícia que havia escondido o passaporte e demais documentos nas dependências da residência onde estava hospedada antes de sair para "meditar" e ficar em contato com a natureza.

"Ela está ilegalmente no país. Não há visto de entrada no Brasil e tão pouco se sabe como ela conseguiu entrar no país. Este é um processo administrativo e cabe a Polícia Federal investigar”, explicou Carletti.

Após ser encontrada por moradores da cidade de Alepestre, Katherine foi conduzida à tarde ao hospital da cidade para tratar de pequenos ferimentos, como cortes no pés e arranhões. A turista passa bem e já entrou em contato com a família em Londres.

Cotidiano