Topo

Homem é preso após manter idosa em cárcere privado por 20 dias em SP

Divulgação/Guarda Civil
Vítima foi encontrada pela Guarda Civil em corredor cheio de lixo e sujeira Imagem: Divulgação/Guarda Civil

Ely Grion

Colaboração para o UOL

10/09/2018 13h59

Uma idosa de 62 anos, mantida em cárcere privado por 20 dias, foi encontrada na última sexta-feira (7) pela Guarda Civil em Piracicaba, no interior de São Paulo. Após denúncia, os agentes encontraram a vítima desnutrida no corredor de uma casa com muito lixo e sujeira. Um homem foi preso em flagrante.

De acordo com o boletim de ocorrência, ao qual o UOL teve acesso, quem denunciou o caso e indicou o local que servia como cativeiro foi a irmã da idosa. Assim que a Ronda Ostensiva Municipal (Romu) da Guarda Civil chegou, foi atendida por um homem de 53 anos, que confirmou que a idosa estava na residência, mas que não abriria a porta por estar com a perna machucada.

Leia mais:

Depois de algumas tentativas, o suspeito permitiu a entrada. Os agentes, então, encontraram a idosa debilitada em um cômodo de um metro de largura por cinco metros de comprimento com muita sujeira, separado por um tapume que era usado para impedir a passagem dela a outros ambientes da casa.

A vítima foi levada ao Instituto Médico Legal para fazer exames e o homem foi preso em flagrante por cárcere privado. O local passou por perícia.