Topo

Homem é preso suspeito de matar travesti e guardar coração em casa

Marcela Leite

Do UOL, em São Paulo

22/01/2019 09h44

Um homem foi preso em flagrante na manhã desta segunda-feira (21) suspeito de matar uma travesti, arrancar o coração dela e guardá-lo em casa, no bairro Jardim Columbia, em Campinas, no interior de São Paulo. Ele confessou o crime, segundo a polícia.

De acordo com o boletim de ocorrência, ao qual o UOL teve acesso, policiais militares em patrulhamento perceberam um comportamento estranho de Caio Santos de Oliveira, de 20 anos. Ao ser abordado, os PMs notaram escoriações nos braços e na cabeça do homem, que confessou ter matado Jenilson José da Silva, de 35 anos, que era conhecido como Kelly, e furtado seus pertences.

Após indicações de Caio, agentes da PM foram até um bar e encontraram o corpo da vítima com o rosto lesionado e o tórax aberto. Na casa do suspeito, estavam o coração de Kelly e os objetos furtados.

O homem foi preso em flagrante e encaminhado à 2ª Delegacia Seccional de Campinas. Ele deve responder pelos crimes de furto e homicídio.

Segundo a polícia, foi solicitado um exame necroscópico e perícia ao local onde a vítima foi encontrada. 

Cotidiano