PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Pais fazem "cabo de guerra" com criança em briga em shopping de Cuiabá

Confusão aconteceu em um shopping popular de Cuiabá - Reprodução
Confusão aconteceu em um shopping popular de Cuiabá Imagem: Reprodução

Marina Lang

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

21/02/2019 21h47

Os pais de um garoto de 3 anos fizeram uma espécie de "cabo de guerra" com a criança em um shopping popular em Cuiabá na tarde de ontem. No episódio, que foi registrado em um vídeo que circula nas redes sociais, a avó materna do garoto também aparece estapeando o ex-genro, enquanto o menino, puxado dos dois lados, grita e chora.

A Polícia Militar foi chamada e conduziu a família para a delegacia. Embora o boletim de ocorrência tenha sido registrado como "vias de fato" (artigo 21 da Lei das Contravenções Penais) entre o pai da criança e a ex-sogra, não houve representação de nenhuma das partes, que entraram em consentimento, segundo a assessoria da Polícia Civil estadual. 

A identidade dos familiares da criança não foi revelada pela polícia na tentativa de preservá-la. 

De acordo com informações fornecidas pelo delegado Marcelo Fernandes Jardim, responsável pelo caso, o casal é separado.

"Desde a separação, a criança teria ficado com o pai. Mas, na semana passada, a mãe teria pegado a criança e não entregado mais ao pai. A avó que não queria que devolvesse", informou o delegado. "O pai disse que estava preocupado pois a criança já estava perdendo vários dias de aula. Então foi atrás delas, as encontrou no shopping e aconteceu tudo isso."

"Só depois que todos se acalmaram é que foi ficando mais clara a situação. Ou seja, a criança estava sob a guarda do pai com o consentimento da mãe, embora não fosse uma guarda homologada em juízo", esclareceu Jardim. 

O UOL procurou algum representante da família, mas ninguém foi localizado para comentar o assunto. 

Cotidiano