Topo

"Brincadeira besta", diz suspeito de matar ex em post à vítima após crime

Entony está preso suspeito de matar ex-namorada em Mato Grosso - Reprodução/Facebook
Entony está preso suspeito de matar ex-namorada em Mato Grosso Imagem: Reprodução/Facebook

Bruna Alves

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/05/2019 13h41

Um jovem de 18 anos preso por suspeita de assassinar a namorada a tiros postou dias após o crime que pedia desculpas à vítima pela "brincadeira besta" que levou ao assassinato. Entony Enrique Ferreira da Silva Felix, 18, está preso desde ontem na cidade de Diamantino (MT), após ficar foragido. O crime ocorreu na última sexta-feira (17).

Segundo a Polícia Civil, Entony tinha um relacionamento conturbado com Thaays Almeida Silva, 18, que decidiu romper o namoro. Ela alegava que o namorado a impedia de conversar com as amigas e, por isso, optou pelo término. Porém, Entony não aceitava o fim do relacionamento, o que teria motivado o crime.

Thaays foi baleada na cabeça, chegou a ser socorrida ao hospital, mas não resistiu ao ferimento. De acordo com a polícia, familiares relataram que viram o momento em que o suspeito chegou na residência, e que uma testemunha ouviu o disparo do revólver. A vítima estava com a filha de 4 anos em casa, que teria testemunhado o crime.

Suspeito postou no Facebook da vítima lamentando "brincadeira besta" - Divulgação/Polícia Civil do MT
Suspeito postou no Facebook da vítima lamentando "brincadeira besta"
Imagem: Divulgação/Polícia Civil do MT
Logo após o crime, Entony fugiu, mas deixou um recado no Facebook da vítima. "Me perdoa amor, mas nessa brincadeira besta nossa vc acabou partindo. E meu coração está muito doendo (sic)", postou o suspeito, após o crime. O post, inclusive, será anexado ao inquérito como prova do crime.

O suspeito ficou três dias foragido, ligou para a Polícia Militar na segunda-feira (20) com a intenção de se entregar, mas quando a polícia chegou ao local informado, ele acabou desistindo e atirou contra os PMs, que revidaram. Entony foi baleado e levado ao hospital. Ele teve alta ontem e, em seguida, foi encaminhado à prisão.

"Desde o início já tínhamos fartas provas. Nós tínhamos a arma do crime e já foram colhidos diversos depoimentos, inclusive, já está encartado no inquérito esse post da internet", explica o delegado Marcelo Carvalho, responsável pelo caso. O inquérito policial já está em fase conclusiva e Entony deve responder por feminicídio.

O delegado disse ainda que o suspeito agiu de forma covarde contra a vítima. "Ele não é louco. Ele fez aquilo por livre e espontânea vontade e estava consciente", diz.

Mais Cotidiano