Topo

Motorista morre após bloco de concreto ser atirado contra carro no Rio

Bruna Alves

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-06-17T14:15:37

17/06/2019 14h15

O motorista de aplicativo Fernando de Souza Gomes da Silva, 39, morreu após seu carro ser atingido por um bloco de concreto arremessado de uma passarela na madrugada de sexta para sábado, no Maracanã, na zona norte do Rio.

Segundo a Polícia Militar, Silva passava pela avenida Presidente Castelo Branco, por votas das 2h, com uma passageira no banco de trás, quando a pedra foi jogada contra seu veículo da passagem de pedestres que dá acesso à estação do metrô.

O bloco bateu no vidro dianteiro e atingiu o motorista no peito. Ele foi socorrido por uma equipe do Samu (serviço de atendimento móvel de urgência) e levado para o hospital municipal Salgado Filho, mas não resistiu aos ferimentos.

Reprodução/Facebook
O motorista de aplicativo Fernando de Souza Gomes da Silva, que morreu após seu carro ser atingido por um bloco de concreto no Rio Imagem: Reprodução/Facebook

Segundo a polícia, a passageira teve que passar para o banco da frente e parar o carro.

A Polícia Militar disse que é possível que o bloco de concreto tenha sido arremessado por usuários de drogas que circulam pela região. A equipe da Delegacia de Homicídios procura testemunhas e imagens de câmeras de segurança que possam ajudar nas investigações.

Nas redes sociais, familiares e amigos lamentaram a morte do motorista, que deixa duas filhas. Ele também cuidava de seus pais, que têm a saúde debilitada.

Silva foi enterrado na tarde dessa segunda-feira no cemitério de Inhaúma, na zona norte do Rio.

Mais Cotidiano