Topo

Reféns tiveram pulsos amarrados com braçadeiras de plástico, diz passageiro

Do UOL, em São Paulo

20/08/2019 10h22

Os reféns do sequestro de um ônibus na ponte Rio-Niterói na manhã de hoje tiveram os pulsos amarrados com braçadeiras de plástico, segundo relato de um passageiro à Globo News. De acordo com Hans Moreno, o sequestrador pediu para uma passageira amarrar as mãos dos demais reféns.

Segundo o passageiro, o sequestrador dizia que não queria machucar ninguém, apenas queria chamar atenção e "entrar para a história". "Muitas vezes ele ria e dizia que nós teríamos muita história para contar depois", afirmou Moreno à TV.

O sequestrador teria embarcado no ônibus pouco antes da ponte Rio-Niterói e, em seguida, anunciou o sequestro, de acordo com relato do passageiro. "As pessoas ficaram preocupadas, mas não houve pânico", afirmou.

Moreno também disse que o homem usou o celular de uma passageira para acompanhar o noticiário, enquanto negociava com a polícia por um rádio.

No momento dos disparos que acertaram o sequestrador, o passageiro afirmou que os reféns se abaixaram e ficaram no chão até os policiais entrarem no ônibus e anunciarem o fim do sequestro.

Mais Cotidiano