Topo

Sequestrador teria distribuído garrafas com gasolina pelo ônibus

Garrafas pet com gasolina foram espalhadas pelo ônibus que foi sequestrado na Ponte Rio-Niterói - Reprodução/Twitter
Garrafas pet com gasolina foram espalhadas pelo ônibus que foi sequestrado na Ponte Rio-Niterói Imagem: Reprodução/Twitter

do UOL, em São Paulo

20/08/2019 09h54

O jovem Willian Augusto da Silva, 20, que seuqestrou um ônibus e foi morto pela Polícia do Rio de Janeiro na manhã de hoje, teria espalhado garrafas pet com gasolina dentro do veículo. Além do combustível, a corporação alega que o homem estava apenas com uma arma de brinquedo.

Imagens de redes sociais feitas por passageiros do ônibus da viação Galo Branco, que parou na Ponte Rio-Niterói, mostram ao menos dois recipientes com gasolina que foram carregados pelo sequestrador.

O sequestrador manteve 39 pessoas reféns ao longo da manhã de hoje no sentido Rio de Janeiro da ponte que liga as duas cidades. Antes da ação policial, seis reféns já haviam sido liberados. Ao todo, o sequestro durou cerca de quatro horas.

Imagens exibidas pelas TVs mostram o rapaz caindo ao lado do veículo, após serem ouvidos barulhos de tiros. Um pano vermelho foi colocado no local para evitar imagens.

"A operação foi um sucesso. O objetivo desejado era preservar todas as vidas mas infelizmente eles não nos deixou outra opção, foi necessário disparar contra ele para preservar a vida de inocentes", informou ao UOL o coronel Mauro Fliess, porta-voz da PM.

Mais Cotidiano