PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Rodízio é suspenso em São Paulo por greve de ônibus

Ônibus param perto da prefeitura de São Paulo em protesto contra redução na frota - Divulgação/Assessoria Sindicato dos Motoristas
Ônibus param perto da prefeitura de São Paulo em protesto contra redução na frota Imagem: Divulgação/Assessoria Sindicato dos Motoristas

Do UOL, em São Paulo

05/09/2019 17h15

A Prefeitura de São Paulo (PMSP) e a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT) informaram que o rodízio municipal de veículos será suspenso amanhã durante todo dia em razão da grave de ônibus.

Também será suspensa a Zona Máxima de Restrição a Fretados e liberado o uso gratuito das vagas de Zona Azul.

Em contato com a reportagem do UOL, a assessoria do sindicato confirmou que haverá paralisação geral amanhã (6) e nenhum ônibus circulará na cidade.

O Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (SindMotoristas) realizou uma manifestação em frente à prefeitura de São Paulo para protestar contra a redução da frota. De acordo com o sindicato, a prefeitura já retirou 450 veículos que atendiam a população e até o final do ano serão retirados outros mil ônibus.

A condição para que a greve de amanhã não fosse realizada era que o prefeito Bruno Covas se comprometesse em "não reduzir a frota e garanta os postos de trabalho".

Cotidiano