Topo

Agentes do Detran usam arma de choque contra autônomo após discussão

Jéssica Nascimento

Colaboração para o UOL, em Brasília

16/10/2019 14h50

A Polícia Civil investiga uma confusão envolvendo agentes do Departamento de Trânsito (Detran) e um motorista em Taguatinga, no Distrito Federal. Imagens que circulam pelas redes sociais mostram o autônomo André Luis Ferreira Lima imobilizado por uma arma de choque e gritando de dor. Ele foi preso na última segunda-feira (14) e liberado após pagar fiança de R$ 2 mil.

A vítima alegou que houve excesso dos agentes no ato. Já os funcionários do Detran alegam ter agido em legítima defesa. O caso será investigado pela 17ª Delegacia de Polícia.

Ao UOL, o motorista contou que estava voltando da igreja, na QNL 23, quando passou por um comboio de carros do Detran que seguiam para uma blitz. O último veículo, segundo ele, estava trafegando em baixa velocidade. Lima decidiu dar luz alta e fazer o retorno. Porém, o agente não teria gostado da atitude do homem.

Um dos agentes mostra as mãos machucadas - Jéssica Nascimento/UOL
Um dos agentes mostra as mãos machucadas
Imagem: Jéssica Nascimento/UOL
"O agente jogou o carro para um lado, jogou para o outro, eu joguei também. Passei o carro pela viatura e perguntei pra ele: 'Você está ficando louco?'. Então, ele pegou a viatura e veio atrás de mim. Pediu pra parar, mas eu só disse que ia estacionar em casa. Pegaram meu documento, constataram que estava tudo ok. Quando pediram a chave do meu carro, eu disse que não ia dar", contou Lima.

Após a negativa, segundo o autônomo, os agentes jogaram spray de pimenta nele e deram um disparo com a arma de choque que o atingiu no peito. O homem ainda correu na direção de um posto de gasolina, mas foi imobilizado e atingido por outro disparo, agora nas costas. Segundo o motorista, houve excesso por parte dos agentes.

Quanto mais eu pedia pra que eles parassem, mais choque eu levava. Eu já estava algemado, imobilizado. Não tinha necessidade, né? Vou atrás dos meus direitos. Me chamaram de ladrão, eu não sou. Estou com tudo certinho. Como fico agora? Estou todo machucado, meus vizinhos viram tudo. É muita humilhação
André Luis Ferreira Lima

O motorista teve ferimentos nas duas mãos, nas costas e no peito em virtude da confusão.

Detran alega que agentes agiram em legítima defesa

O Detran informou que os agentes agiram por legítima defesa. Em nota, o Detran explicou que o condutor forçou a passagem entre os veículos do departamento, xingou as equipes e fez gestos obscenos em direção aos agentes.

De acordo com a companhia, o motorista fugiu após ter sido solicitado que parasse o veículo. "O condutor parou o veículo em frente a uma residência, momento em que foi solicitada a entrega dos documentos para verificação. O condutor se recusou a entregar, jogou a chave do veículo no quintal da casa, passando a agredir um dos agentes. Ato contínuo, a equipe deu voz de prisão ao cidadão, que resistiu e imprimiu fuga em direção ao posto de combustível", explicou o Detran.

Ainda, segundo a nota, os agentes acompanharam o motorista e o detiveram para efetuar a prisão, sendo necessário o uso de equipamento de "menor potencial ofensivo". O departamento disse que não vai investigar se houve excesso por parte dos agentes, já que a abordagem foi correta.

Lima nega as agressões aos agentes. "Quando fugi, eles foram atrás de mim. Um deles caiu no chão e acabou se machucando. Nunca levantaria a mão para nenhum deles", concluiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Cotidiano