PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Esse conteúdo é antigo

Policiais civis são presos suspeitos de escoltar carga de maconha em SP

Policiais civis foram presos em flagrante por escolta de caminhão carregado de mais de uma tonelada de maconha - Polícia Militar/Divulgação
Policiais civis foram presos em flagrante por escolta de caminhão carregado de mais de uma tonelada de maconha Imagem: Polícia Militar/Divulgação

Simone Machado

Colaboração para o UOL, em São José do Rio Preto

07/11/2019 18h04

Resumo da notícia

  • Dois policiais foram presos em flagrante suspeitos de escoltar um caminhão carregado com mais de uma tonelada de maconha na altura de Mirandópolis
  • PMs suspeitaram da ação dos policiais civis presos ao vê-los saindo de um posto de combustível junto a um caminhão
  • Um cerco policial foi montado em Mirandópolis e na revista do caminhão foi encontrada 1,2 tonelada de maconha
  • Advogado de defesa dos investigadores presos explicou que os dois policiais estavam em uma investigação sigilosa contra tráfico de drogas

Dois policiais civis de Guaianazes foram presos hoje em flagrante suspeitos de escoltar um caminhão carregado com mais de uma tonelada de maconha, no interior de São Paulo. Eles usavam uma viatura policial para fazer a escolta. Outros dois homens também foram presos. O flagrante foi feito na rodovia Marechal Rondon, em Mirandópolis.

De acordo com a ocorrência registrada pela Polícia Militar, os dois investigadores estavam com a viatura parados em um posto de combustível ao lado da rodovia. Os militares chegaram a conversar com eles. Os investigadores teriam dito que estavam em uma investigação, mas não deram detalhes, segundo a PM.

Quando a viatura saiu do posto, logo atrás um caminhão também deixou o local, o que levantou a suspeita dos militares.

Um cerco policial foi montado em Mirandópolis. A viatura da Polícia Civil e o caminhão foram abordados. Em revista ao caminhão foi encontrada 1,2 tonelada de maconha escondida em um fundo falso. A droga e os suspeitos foram levados para a delegacia Seccional de Andradina.

Os dois policiais civis, um homem que estava com eles na viatura e que se identificou como sendo o dono do caminhão e o motorista foram presos. A identidade deles não foi revelada.

PMs apreendem uma tonelada de maconha - Polícia Militar/Divulgação - Polícia Militar/Divulgação
PMs retiram carga de maconha de dentro do caminhão em Mirandópolis
Imagem: Polícia Militar/Divulgação

SSP explica ocorrência; policiais se defendem

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do estado de São Paulo explicou a ocorrência. "Policiais militares apreenderam, nesta quinta-feira, em Andradina, mais de uma tonelada de maconha que estava sendo transportada em um caminhão vindo do Mato Grosso do Sul. Quatro pessoas, sendo dois policiais civis da Capital, foram encaminhados para a sede da Delegacia Seccional de Andradina, onde o boletim de ocorrência está sendo registrado, com autuação em flagrante de todos os envolvidos por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Dentro do caminhão, foi encontrada uma arma de fogo e o motorista também responderá por posse ou porte ilegal. A 10ª Corregedoria Auxiliar de Araçatuba foi acionada", diz a nota.

O advogado de defesa dos investigadores Gilvanei Ortuzal explicou que os dois policiais estavam em uma investigação sigilosa e por isso não forneceram detalhes aos militares. "Eles estavam investigando um tráfico de drogas e abordaram o caminhão. O veículo seria escoltado até São Paulo onde eles apresentariam a ocorrência", explicou.

Ainda segundo o advogado, os investigadores têm 23 e 17 anos de Polícia Civil e não possuem passagens policiais. Nenhum policial militar que participou da ocorrência foi autorizado a comentar sobre o assunto.

Cotidiano