Topo

Vítima de queda de bimotor na BA era dona de empresa de relações públicas

Marcela Brandão Elias morreu em acidente de bimotor no litoral sul da Bahia - Reprodução
Marcela Brandão Elias morreu em acidente de bimotor no litoral sul da Bahia Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

15/11/2019 16h42

As vítimas da queda de um bimotor no litoral sul da Bahia pertenciam à alta sociedade paulistana. Única a morrer no acidente, a jornalista Marcela Brandão Elias tinha 37 anos de idade e era dona da empresa MBM Comunicação, de assessoria de imprensa e relações públicas voltadas para áreas de "beleza, cultura e moda".

Marcela era casada com o empresário Eduardo Elias, filho do decorador e arquiteto Jorge Elias. Ela morreu ao ficar presa nos destroços do Cessna AirCraft de prefixo PT-LTJ, modelo 550. O empresário e o filho de casal também estavam a bordo e conseguiram escapar da aeronave em chamas. Não há detalhes sobre o estado de saúde de ambos.

O avião pertence ao banqueiro João José Abdalla Filho, conhecido como Juca Abdalla e tido como um dos dez homens mais ricos do Brasil, segundo a revista Forbes. Ele é dono do Banco Clássico e tem uma fortuna estimada em US$ 3,1 bilhões (R$ 12,9 bilhões).

O acidente aconteceu durante uma tentativa de pouso na pista de um resort em Barra Grande, no município de Maraú, a cerca de cinco horas de Salvador.

Outras vítimas

Maysa Marques Mussi, irmã e sócia de Marcela, também se encontrava a bordo do avião.

Maysa Marques Mussi perdeu a irmã, Marcela, em queda de bimotor na Bahia - Reprodução/Instagram
Maysa Marques Mussi perdeu a irmã, Marcela, em queda de bimotor na Bahia
Imagem: Reprodução/Instagram
Maysa casou-se em setembro com o empresário Eduardo Mussi, que também é um dos sobreviventes do acidente. Ele é irmão do deputado federal Guilherme Mussi (PP-SP). A família é considerada uma das mais tradicionais de São Paulo.

A atriz Marina Ruy Barbosa foi uma das madrinhas da cerimônia de casamento de Maysa e Eduardo que aconteceu em Itacaré, também no litoral sul baiano.

Após receberem os primeiros socorros os pacientes foram levados por helicópteros da Polícia Militar a unidades hospitalares de Salvador. Todas deverão receber atendimento no HGE (Hospital Geral de Estado), que é referência no tratamento de queimaduras.

O empresário Xandinho Negrão, o casal Maysa Marques e Eduardo Mussi e atriz Marina Ruy Barbosa em cerimônia realizada em agosto - Reprodução/Instagram
O empresário Xandinho Negrão, o casal Maysa Marques e Eduardo Mussi e atriz Marina Ruy Barbosa em cerimônia realizada em agosto
Imagem: Reprodução/Instagram
Outras vítimas do acidentes são o ex-piloto de Stock Car Tuka Rocha, 30, que teve 80% do corpo queimado. A lista de sobreviventes é completada por Fernando Oliveira Silva, 26, Marrie Cavelan, 27, Marcelo Constantino Alves, de 26 anos, e o piloto da aeronave, Aires Napoleão Guerra.

O hospital não divulgou qual a gravidade das queimaduras nem o estado de saúde da vítimas internadas. De acordo com a Sesab (Secretaria de Saúde do Estado da Bahia) não há previsão de transferência dos pacientes para outros estados.

Uma equipe de investigadores do Seripa II (Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáutico) já se deslocou até o litoral sul da Bahia para começar a apuração sobre as causas da queda do bimotor.

Avião de pequeno porte cai ao tentar pousar em resort na Bahia

Band Entretenimento

Cotidiano