PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
8 meses
Terremoto em Minas Gerais causa temor em Congonhas; barragem segue intacta

Cidade de Congonhas, em Minas Gerais - FelipeGoifman/Getty Images/iStockphoto
Cidade de Congonhas, em Minas Gerais Imagem: FelipeGoifman/Getty Images/iStockphoto

Juliana Arreguy e Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

25/11/2019 22h16

Um terremoto de 3.2 na Escala Richter atingiu a cidade de Belo Vale na noite de hoje, aponta a Defesa Civil de Minas Gerais. Segundo o tenente-coronel Flávio Godinho, o tremor relatado por moradores de Congonhas, que fica a cerca de 40 quilômetros de distância do epicentro, foi da passagem deste fenômeno. As autoridades da região afirmaram ainda que o tremor foi sentido pelos moradores em diversos pontos da cidade de Congonhas, que abriga a barragem Casa de Pedra, da CSN Mineração.

"Tivemos informações tanto da Unimontes como do centro da USP e de Brasília apontando que a causa do tremor foi um abalo sísmico na cidade. Não houve nenhuma detecção [da origem do tremor] em Congonhas propriamente dito", explicou Godinho.

"A detecção foi feita por 10 centros de sismologia [no total]. E também tivemos um outro caso [de abalo] em Buritis (MG), cidade mais próximo de Goiás e Brasília", acrescentou o porta-voz. A Defesa Civil ainda informou que, a princípio, a verificação com drones e piezômetro na barragem Casa de Pedra não apresentou nenhuma anormalidade.

Segundo assessoria dos Bombeiros de Congonhas, não houve nenhum tipo de dano ou vitima na cidade, somente "temor da população do risco de rompimento de barragem".

CSN se pronuncia

A CSN Mineração informou por meio de comunicado enviado ao UOL que o tremor sentido em Congonhas na noite de hoje "não causou nenhuma anomalia na estrutura da barragem Casa de Pedra".

Segundo a CSN, também não houve nenhum dano nas demais estruturas da unidade. "Nossas equipes seguem monitorando a situação, além de estar em contato com as autoridades competentes para saber o que ocasionou o tremor."

Prefeitura divulga nota

A prefeitura de Congonhas também se pronunciou oficialmente sobre o tremor de terra.

Leia abaixo o comunicado na íntegra:

Após diversos relatos de moradores sobre tremores de terra sentidos em diversos pontos da cidade, a Prefeitura de Congonhas fez contatos com diversas pessoas para verificar a origem do fenômeno, se de ordem natural ou provocada por algum acidente. Equipes da Prefeitura seguem monitorando informações sobre a seguranças das estruturas de barragens.

A primeira preocupação foi com a condição de estabilidade da estrutura da Barragem Casa de Pedra, que é a mais próxima da área urbana. A CSN Mineração informou que "o tremor sentido em Congonhas na noite de hoje (25/11) não causou nenhuma anomalia na estrutura da barragem Casa de Pedra. Também não houve nenhum dano nas demais estruturas da unidade CSN Mineração".

De acordo com a mineradora, também foi "descartado acidente no paiol de explosivos da CSN Mineração". Nossas equipes seguem monitorando esta situação, além de estar em contato constante com as empresas e autoridades competentes para saber o que ocasionou o tremor. Não se verificou nenhum tipo de abalo nas estruturas ou na condição de estabilidade das barragens. Qualquer outra informação estaremos disponibilizando diretamente no site da Prefeitura de Congonhas e na Página oficial do Facebook.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi informado na primeira versão do texto, o terremoto não foi registrado em Ouro Preto, e sim em Belo Vale. O erro foi corrigido.

Cotidiano